Você quer @؟ برنامه Balanço do Tinder mostra que a Geração Z domina o a


Translating…

O Tinder também fez uma balanço geral sobre as tendências vistas no aplicativo ao longo de 2019, e apresenta algumas curiosidades do app em um documento bem divertido. Segundo a empresa, os dados de swipe e bio são representativos da atividade global e brasileira do Tinder entre janeiro e outubro de 2019.

Um dos dados mais interessantes é que agora a plataforma está oficialmente tomada pela Geração Z, representada pelos jovens entre 18 e 24 anos e que são a maior comunidade dentro do app! E eles usam muitos emojis 😄 , sempre deixando bem claro que estão disponíveis para duas coisas: litrão e lanches (ou lanchos).

Os millenials também aparecem no app, mas com algumas características bem diferentes dos mais jovens: os 25 são fãs de vinho e usam o termo 3x mais do que os 25-. Eles também falam mais sobre viagens e trabalho.

Em 2019, o Tinder no Brasil também passou por uma verdadeira comoção nacional: a febre da “Jenifer no Tinder”. Entre janeiro e fevereiro – meses auge do hit de Gabriel Diniz – o número de downloads, sign-ups e interações no aplicativo cresceu em todo o país.

Junho também foi um mês marcante para o Tinder. Comemorando o mês do orgulho LGBTQI , o app trouxe a novidade “matching mania”, fazendo do mês com mais matches do ano!

Quer @?

Feito para criar conexões, as bios do Tinder são essenciais para chamar atenção e, segundo a empresa, desbancando todos os termos, a palavra mais usada nas biografias neste ano é a direta e reta: QUERO.

O engajamento político continua em alta também nos perfis do aplicativo. O termo Bolsonaro cresceu em 2019, e apareceu 50% a mais do que em 2018 nas bios do Tinder. #LulaLivre também foi mais escrito, crescendo 3x mais em comparação ao ano passado.

“Mozão” segue sendo um dos termos mais usados no Tinder, mas 2019 é o ano que marca o reinado absoluto do xaveco “Deus me livre, mas quem me dera”.

As cidades mais namoradeiras do Brasil e do mundo

Segundo o relatório do Tinder, a cidade do Brasil campeã em swipes – que mais aperta o “verdinho” para chances de matches – é Curitiba. Em segundo lugar, outra cidade do sul, Porto Alegre. São Paulo, a maior cidade do Brasil, ficou em terceiro lugar. Belo Horizonte aparece em quarto lugar, deixando para trás o Rio de Janeiro, que fecha o Top 5 do país.

No ranking global, Tóquio é a cidade com o maior aumento de swipes por usuário em 2019. Os nórdicos também aparecem na lista, com Oslo e Copenhague, assim como a Europa Oriental, cortesia de Varsóvia e Budapeste.

 

Read More